6.1.13

Mary Quant e a minissaia

Confesso que eu não era  fã de minissaias, na verdade sempre  preferi saias godê, cintura alta ou as não muito curtas. Mas ultimamente com o calor do verão e a temporada de ir à praia em alta, vou confessar que  elas têm me atraído, sabe? Acho que talvez seja o fato delas terem ficado famosas na década de 60, uma das minhas décadas vintage  prediletas. E você gosta de minissaias? Sabe como elas surgiram? A data de criação das minissaias ainda é desconhecida. Sabe-se que elas ficaram bastante famosas depois da Primeira Guerra Mundial e que na década de 20, eram muito usadas pelas flappers. Mas foi durante a década de 60 que elas tornaram um estouro. O responsável por isso tudo? Mary Quant.

I confess that I wasn't a huge fan of miniskirts. I always liked gode or mid skirts. But lately, with the warm weather and the beach season, I'm going to confess that the miniskirts are attracting me, you know? I think it is probably due to the fact that they had become very famous in the sixties, one of my favourite vintage decades. And you? Do you like miniskirts? Do you know when they popped up? Their date of creation is unknown. It is known that they became famous after the World War I and during the twenties, they used to be worn by flappers. But it was in the sixties that they turned an icon. Who was the accountable for it? Mary Quant. 

Mary Quant, estilista britânica, foi uma das responsáveis pelo estouro da minissaia. Tudo começou quando Mary abriu uma boutique, a Bazaar, na King's Road, em Londres. Lá, ela vendia peças de roupas jovens de outros estilistas, mas logo começou a criar as suas próprias peças. Naquela época, roupas de baixo custo e coloridas eram destinadas ao público jovem e logo Mary tornaria-se um ícone. Muitas vezes, ela mesma era a modelo de suas criações. Em 1965, surgiria a minissaia, que recebera este nome por causa do modelo de carro favorito de Mary, o Mini. O sucesso da minissaia foi grande e de repente, todas as moças estavam usando-a. Numa década repleta de preconceitos e mudanças, a minissaia ganha sua voz e vira um grande símbolo do feminismo dos anos 60. 

Mary Quant, British fashion designer, was one of the accountables for the explosion of mini skirt. Everything began when Mary opened a little boutique, called Bazaar, at the King's Road, in London. There, she used to sell clothes of other fashion designers, but soon she started to create her own ones. In that time, low-cost and colourful clothing were for the young public and soon, Mary became an icon. Sometimes, she was the model of her own creations. In 1965, emerged the mini skirt, tha received this name because of the Mary's favourite car model, the Mini. The huge success of the mini skirt was big and suddenly, all the ladies started wearing it. In a prejudiced decade and full of changes and revolutions, the miniskirt wins her own voice and turn a great simbol of the feminism of the sixties.

O que acharam do post? Interessante ou não? Beijos!!!
What did you think of this post? Interesting or not? Kisses!!!

Fotos/ images: Tumblr & We Hearted It.
Fonte/ source: Random History, Wikipedia & livro Enciclopédia da Moda, de Georgiana O' Hara Callan.

20 comentários:

  1. Acho saias se cintura alta lindas e também não gosto de mostra muita coisa.
    Adoro seus posts.
    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. As saias curtissimas, desde que adequadas ao estilo, são preciosas. kkk

    ótimo 2013.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, pra variar um pouquinho! Muito interessante a história da minissaia, Iz, eu já tinha lido há um tempão mas nem me lembrava direito.

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. OI Iza,
    amei o post, você realmente escreve super bem. È muito gostoso ler seu texto. Adorei a história da minissaia. A propósito, acho linda minissaia, ela se adequa as mais variáveis ocasiões.
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Adoro saias! Mas infelizmente uso pouco ): Não sei porque. haha

    beijos,
    alicefmonteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. A darling post! Love the pictures!

    ResponderExcluir
  7. EU também nunca fui muito fã de minissaias, mas tenho usado bastante ultimamente, graças ao verão carioca! rs

    Beijos!

    http://beautevintage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Interessantíssimo!
    Não conhecia a história da minissaia hahaha e achei interessante o nome ser ''baseado'' no carro Mini huaehhuaehua :D

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Bora mostrar as pernocas, rs. Mencionei você nesse post http://menteflutuante-up.blogspot.com.br/2013/01/filme-notorious-bettie-page.html espero que goste ;-)

    Beijokas

    ResponderExcluir
  10. Adoro mini saias, Adorei saber mais, deve ter sido bem polemico sua criação naquela década né(Como se ver nas novelas)

    ResponderExcluir
  11. Olá minha querida Iza!
    Se tem uma coisa que eu sou apaixonada, são as minissaias... E convenhamos, nada melhor do que aliar essa paixão com um pouquinho de conhecimento histórico da peça, não é mesmo? Fala sério! Eu amei saber que a causadora de toda essa febre, que continua nos nossos closets por tantos anos, foi a Mary Quant!
    Mil beijos, saúde e sucesso sempre.
    CoisadeMenina

    ResponderExcluir
  12. Amei Iza não sou tão afim das minissaias tenho algumas mais é muito raro usa-las gostos mais das saias com cintura alta e um pouco mais lonja,rsrs adorei o post
    beijos <3
    http://pinagirlscris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Izabel, tudo bem?

    Eu trabalho para o D+, espaço jovem do jornal Diário do Grande ABC, de Santo André. Estou fazendo matéria sobre o estilo vintage e pin ups e encontrei seu blog. Adoraria entrevistá-la sobre o tema.

    Pode entrar em contato comigo o mais rápido possível? Preciso falar com você por telefone até amanhã, dia 10.

    Obrigada e aguardo retorno.

    Marcela Munhoz (4435-8364)

    ResponderExcluir
  14. Amei o post, flor! Essa é a minha peça de roupa favorita!!
    Beijos!

    Am
    http://www.vinteepoucos.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Marcela Munhoz,
    tudo bem? Obrigada por lembrar de mim para entrevista. Eu adoraria. No entanto, peço que você me envie as perguntas para meu email e eu as responderei com maior prazer.
    abraços
    Iza

    ResponderExcluir
  16. Não sabia que o nome era baseado em um modelo de carro! Você acabou de me dar uma ideia para um ícone feminino a ser mostrado no Antes que Ordinárias!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá Iza

    Eu usei estas xadrezes na diagonal, adorei lembrar.

    AMIGA da MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  18. Adorei o post!! adoro saaaias.
    Beijos BlogDDC♥

    ResponderExcluir
  19. Hi Iza!
    It's amazing post!
    kisses from mexico
    J. J

    ResponderExcluir
  20. Eu sempre gostei muito de saia, saia e vestido faz parte do meu ser, mas não gosto de Mini saia, a menos que seja acompanhada de uma bela meia calça, mas adoro saia de cintura alta, e saias longas :)
    Muito interessante o seu post, amei <3
    Beijos
    http://vivyphany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente e me mostre a sua opinião sobre a postagem. Eu vou adorar saber o que você acha do blog. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog.